Páginas

03 dezembro 2012

Uso do if e else em C++


    A instrução de seleção if é necessário quando se tem a vontade de testar se alguma condição é verdadeira ou falsa. Também é chamada de instrução de salto. O programa é lido de cima para baixo e com o if e else podemos saltar várias linhas de códigos para satisfazer a vontade do algorítimo. Um exemplo de if em pseudocódigo: “Se fizer um dia com sol. Vou para praia”.
    Quando podemos ir a praia? Somente com dia de sol. Caso hoje seja um dia favorável a condição, podemos ir a praia.

     int diaDeSol = 1;
     if (diaDeSol == 1)  {

           cout << “Vou a praia pegar uma onda”;

     }

    Foi criado uma variável de inteiro “int diaDeSol” onde é recebido o valor 1. Que nesse caso seria o número para afirmar que hoje é um dia de sol. Tudo que for diferente de 1 será falso.

    Podemos ter a segunda seleção, que é opcional, chamada “else” que testa se a primeira condição foi aceita/verdadeira. Por exemplo: “Se fizer um dia com sol. Vou para praia. Se não fico em caso jogando vídeo game”.

     …
     else{

        cout << “\nVou jogar God of Wars”;

    }

     Então a primeira condição não foi aceita. Não é um dia ensolarado. Está chuvoso. Por isso o usuário em questão vai jogar vídeo game.

Código completo

//Usando as bibliotecas para rodar no sistema. Tanto Windows e Linux.
#include <iostream>
#include <cstdlib>
using namespace std; //necessário para usar o cout e cin...

//função principal do programa. Onde é executado o código

int main(){
cout << “O que fazer hoje”;

//iniciando a variável
int diaDeSol = 1;

//Testando a condição
if (diaDeSol == 1) {

cout << “Vou a praia pegar uma onda”;
}

else{

cout << “\nVou jogar God of Wars”;
}

return 0; //Toda função tem que pelo menos um retorno. Mesmo sendo zero.

}

Obs: Cuidado para não colocar informações importantes na instrução “else”, pois dependendo do algorítmo, talvez não seja executado.


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...
Ocorreu um erro neste gadget